Foto: Prefeitura de Rio Preto / Divulgação

Ministério promete liberar R$ 30 milhões para as obras até o final do ano

Recebido em audiência nesta quinta-feira (17/10), em Brasília, pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, o prefeito de Rio Preto Edinho Araújo obteve a garantia de que as obras de duplicação da BR-153, no trecho urbano de 17,8 quilômetros, não serão paralisadas por falta de recursos financeiros.
Para garantir os R$ 30 milhões necessários à continuidade da obra até o final de dezembro, o governo federal está atuando em duas frentes.
Estão previstos R$ 15 milhões por meio de Projeto de Lei do Congresso Nacional (PLN 042/19), que já está tramitando na Comissão de Orçamento. O projeto abre Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social da União em favor de diversos órgãos do Poder Executivo, num total de R$ 2,12 bilhões, para reforçar dotações da lei orçamentária vigente – aí incluída a BR-153 (página 10 do documento anexo).
Outros R$ 15 milhões, segundo o ministro Tarcísio, virão de remanejamentos de recursos de outras obras federais de infraestrutura que não estejam tão adiantadas quanto as obras da BR-153, ou que estejam paralisadas.

APOIO DE BALEIA
O presidente nacional do MDB, deputado Baleia Rossi, acompanhou o prefeito Edinho Araújo na audiência e mostrou-se otimista.
“A duplicação da BR-153 tem importância estratégica e já está bastante adiantada. Mostramos ao ministro Tarcísio a necessidade de liberar recursos para que essa obra não pare e possa ser entregue pelo presidente Bolsonaro em 2020”, disse o deputado.
“O apoio do presidente nacional do MDB, deputado Baleia Rossi, está sendo decisivo nesta nossa luta para que a obra da BR-153 continue. Sabemos que o cenário é de dificuldade econômica, mas entendemos que paralisar uma obra com 82% dos serviços concluídos trará grandes prejuízos não somente a Rio Preto, mas à região e ao País, dada a importância estratégica dessa rodovia que corta o Brasil e Norte a Sul”, comentou o prefeito Edinho Araújo.
Edinho Araújo também destacou no encontro com o ministro da Infraestrutura, e no ofício protocolado no Ministério, a integração entre as obras da BR-153 e do Anel Viário em fase de implantação pela Prefeitura.
“São obras que se complementam e vão melhorar em muito a mobilidade urbana em Rio Preto, encurtando distâncias entre bairros e facilitando os deslocamentos, tanto para o transporte individual, como para o coletivo. Serão 35 quilômetros de novas vias rápidas, com uma forte interação com a BR-153 no trecho urbano”, explicou o prefeito.

NÚMEROS DA OBRA
• Extensão: 17,8 km
• 82% das obras físicas já estão concluídas
• Previsão de inauguração: 2020
• R$ 86.716,015,58 é o valor necessário para finalizar a obra
• R$ 30.000.000,00 é o valor necessário para manter as obras até 31 de dezembro
• O trecho que mais necessita de intervenções é o lote 1 – próximo à antiga sede da PRF – Polícia Rodoviária Federal e no trevo do distrito de Talhado

Compartilhar