Foto: Divulgação

No dia 30, a AgroAvi realizará o 1º Fórum de Avicultura de Corte para Empresas, totalmente online, a partir das 19 horas. O evento contará com nomes como Ricardo Santin (presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal – ABPA); Ariel Antonio Mendes (presidente da Fundação de Apoio a Ciência e Tecnologia Avícolas – Facta); Érico Pozzer (presidente da Associação Paulista de Avicultura – APA); José Antonio Ribas Jr. (diretor executivo de agropecuária da JBS Seara Alimentos) e Carlos Zanchetta (diretor de operações do Grupo Zanchetta – Alliz). A iniciativa será transmitida em todo o Brasil pelo link do Jornal Campo Aberto – Rede CBN Grandes Lagos: https://youtu.be/N6GwbtkqKQQ e pelo Facebook da AgroAvi.

Com apresentação dos jornalistas Cláudio Correia (Grupo CBN – Jornal Campo Aberto) e Márcia Vaisman (ex-Isto É Dinheiro/ O Estado de S. Paulo), o talk show tem como objetivo discutir o momento atual da avicultura no Brasil; as demandas do interior de São Paulo, do Brasil e do mundo; como a pandemia afetou o consumo de carne; como os frigoríficos se prepararam para este cenário, além de outros temas pertinentes ao setor. Durante o evento, o público poderá participar com perguntas, que serão intermediadas pelos apresentadores. “A ideia é promover um debate saudável entre os maiores especialistas sobre o assunto e o público interessado neste tema”, afirma o diretor comercial da AgroAvi, Murilo Gil.

AgroAvi
Responsável pelos encontros de avicultura de corte que ocorrem no interior de São Paulo há sete anos, a empresa especializou-se em realizar eventos voltados para o agronegócio. No Encontro de Avicultura de São José do Rio Preto que, atualmente, ocorre na abertura da Expo Rio Preto – uma das mais importantes feiras agropecuárias do Brasil, a iniciativa movimentou quase R$ 2 milhões em volume de negócios para os patrocinadores presentes, antes do início da pandemia.
Em 2020, o 1 º Encontro de Avicultura que ocorreu em Bariri gerou R$ 670 mil em vendas. Segundo Gil, “os encontros têm o intuito de levar para outros polos do interior do Estado conhecimento agregado às necessidades regionais e, com eventos como este, podemos trabalhar com a realidade e necessidades dos produtores locais”.

Compartilhar