Foto: Divulgação / Ivan Feitosa

Empresas que trabalham com produtos de origem animal passaram por adequações para atender exigências equivalentes ao SIF – Sistema de Inspeção Federal e planejam crescimento

O prefeito Edinho Araújo realizou na tarde desta segunda-feira (3), em seu gabinete, a entrega dos primeiros registros do SIM – Serviço de Inspeção Municipal, já em conformidade com os parâmetros do SIF – Serviço de Inspeção Federal.
Desse modo, São José Rio do Rio Preto avança entre o seleto grupo de municípios a aderir ao SISBI – Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal e cuja inspeção equivale à de esfera nacional.
Além de garantir maior qualidade à produção local, a iniciativa abre possibilidades para que as empresas certificadas comercializem seus produtos em todos o país. As três certificadas pelo SIM foram: Munhoz Alimentos, Melbee e Frigo 2L, sendo que as duas primeiras já planejam ampliar atuação no mercado.
“Este é um marco para nossa agroindústria que conta com tradição e qualidade e, agora, pode mostrar e explorar isso além das fronteiras regionais. Nosso papel enquanto poder público é abrir esses trânsitos, para movimentar um mercado forte, com geração de negócios, emprego e renda”, destacou o prefeito.

Em dezembro, a Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento, responsável pelo SIM, encaminhou plano de trabalho e solicitação de auditoria para equivalência do serviço de inspeção e adesão ao SISBI. Assim, ao garantir adesão, as empresas estarão automaticamente liberadas a comercializarem seus produtos para além dos limites municipais.
“Toda a estruturação do serviço de inspeção municipal está concluída, abrangendo composição de equipe, revisão e adequação da legislação municipal à legislação federal, adequação de infraestrutura, aquisição de mobiliário e equipamentos de análise”, confirmou o secretário de Agricultura e Abastecimento, Pedro Pezzuto.
A etapa final para adesão será a realização de uma auditoria, prevista para o primeiro trimestre deste ano. Atualmente, apenas 23 municípios e quatro consórcios municipais têm o SIM vinculado ao SISBI.
Além de representantes das empresas certificadas, estiveram presentes na reunião o chefe regional da UTRA – Unidade Técnica Regional Agropecuária de São José do Rio Preto Luciano Siqueira, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA; o diretor da ACIRP, Wilson Soubhia Junior; a consultora do Sebrae-SP Beatriz Brunetti; o vice-prefeito e secretário de Planejamento Orlando Bolçone; o chefe de gabinete Zeca Moreira; os secretários Mário Soler (Comunicação) e Maria Cristina de Godoi (Mulher); e também representante da Câmara Municipal.

Processo de adequações
Para solicitar adesão ao SISBI, o Sistema de Inspeção Municipal (SIM) passou por uma série de adequações, dentre elas a sua transferência da área da Saúde para de Agricultura e Abastecimento, integrando as políticas públicas de segurança alimentar e nutricional.
“Dispomos de normas, protocolos, infraestrutura laboratorial e corpo técnico para realizar o processo de credenciamento das empresas que processam alimentos de origem animal. Além de fiscalizar, oferecemos apoio para que os produtores se adéquem aos padrões higiênico-sanitários exigidos nacionalmente”, comenta o médico veterinário Izalco Nuremberg, responsável pelo SIM.
O SIM e seus parceiros Sebrae e Senai também realizaram o curso ‘Boas práticas de fabricação e higiene sanitária’, capacitação gratuita faz parte do programa de autocontrole exigido das empresas em transição para obter a certificação.

Expectativas
Além da Munhoz Alimentos, Melbee e Frigo 2L, outras oito empresas estão em processo para obtenção de registro pelo SIM.
Queijo d’casa – queijaria (queijo minas frescal), com capacidade de 50kg/dia
MM Pururuca – produto cárneo suíno (pururuca), com capacidade de 50dg/dia
Tchemarão – produto de pescado (camarão recheado empanado), com capacidade de 200kg/dia
Linguiça Flores – produto cárneo suíno (linguiça frescal), com capacidade de 400kg/dia
Seiva das Flores – produtos de abelhas (mel, pólen, geleia real) com capacidade de 250kg/dia
Casa de carnes da Mamãe – produtos cárneos bovino, suíno e aves (kaftas congeladas) –, com capacidade de 400kg/dia
Casa de Carnes 2 Irmãos – produto cárneo bovino (hambúrguer congelado), com capacidade de 400kg/dia
FrigoEldorado – produtos cárneos bovinos (cortes bovinos), com capacidade de 2.800kg/dia.

Estima-se que cerca de 40 empresas agroindustriais de Rio Preto tenham potencial de certificação pelo SIM e, consequentemente, alcançada a correspondência ao SISBI, de expansão de fronteiras de mercado.

Marcella Moreira