Foto: Divulgação Prefeitura de Rio Preto

Depois de dois anos sem transportar passageiros por causa das proibições impostas pela pandemia, o projeto Cultural Trem Caipira retornou às atividades na manhã deste sábado, dia 30/4. E já veio com uma nova roupagem, que resgata a história de 110 anos da chegada dos trilhos em Rio Preto.

O retorno foi repleto de muitas alegrias e grandes emoções. Nesta viagem, participaram 90 pessoas entre alunos, professores e mães de estudantes da Rede Municipal de Ensino. Os 45 alunos da rede fazem parte do projeto Migracidades, que acolhe crianças estrangeiras que passaram a morar em Rio Preto após adversidades em seus países de origem.

“Eu me recordo da nossa primeira viagem em dezembro de 2008, cheia de expectativas. Essa viagem de hoje é para acolher aqueles que vieram de fora para recomeçar. Recomeçar nessa cidade acolhedora, que recebe a todos de braços abertos, com votos de boas-vindas”, falou o prefeito Edinho Araújo, acompanhado da primeira-dama Maria Elza, presidente do Fundo Social de Solidariedade .

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico Jorge Luís de Souza é um momento de alegria e resgate da história da cidade. “Estamos felizes com o retorno das viagens e também por apresentar um novo layout do Trem Caipira, totalmente repaginado e todos os vagões climatizados”, explicou o secretário. O trem recebeu nova pintura externa, caracterizando-o com os antigos veículos sobre trilhos que percorriam o Brasil de cima a baixo.

O trajeto de Rio Preto até a Estação Ferroviária de Engenheiro Schmitt é de 10,5km, percorridos em 45 minutos. Durante a viagem, um guia turístico contou um pouco sobre a história da cidade e seus pontos turísticos.

Na chegada em Engenheiro Schmitt, mães e alunos foram recepcionados pela Camerata Jovem Beethoven e diversas atrações. “Organizamos um momento especial para homenagear as mães dos alunos com a entrega de flores e uma recepção linda com personagens, já que estamos próximo ao Dia das Mães”, destacou Jorge Luís.

Na praça da Igreja, o público teve a oportunidade de apreciar diversas músicas nacionais e internacionais, com o cantor lírico rio-pretense Rafael Pagliuso.

Ao final da apresentação musical, os alunos, acompanhados pelas mães, foram conhecer a Igreja Matriz Santa Apolônia, brincaram no playground e comeram cachorro-quente, doces e refrigerantes.

O retorno do Trem Caipira foi acompanhado pelo subprefeito de Schmitt Jeferson Marascalqui, secretário de Comunicação Mário Soler, a primeira-dama Maria Elza e a secretaria de Educação Fabiana Zanquetta.

Cadastro
O cadastro para participar do Trem Caipira é realizado previamente na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, localizada na Praça Paul S Harris, 100 – Centro, ou pelo telefone (17) 3513-5001, mas as inscrições serão temporariamente suspensas. Todos os inscritos antes da pandemia, que somam mais de 2 mil pessoas, serão avisados com antecedência de 15 dias para participar da viagem, que ocorre sempre no último domingo de cada mês.

A viagem do Trem Caipira é uma realização da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, com Apoio Cultural da Unimed e o Apoio Técnico e Operacional da Rumo Logística.

Sobre o Trem Caipira
O Trem Caipira tem autorização da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) para uma viagem por mês. O VLT é composto por um veículo motriz com capacidade para 28 passageiros sentados, mais um cadeirante, e o reboque (segundo vagão) com capacidade máxima para 32 passageiros sentados. Essa foi a 27ª viagem, que já contou com a participação de 2,4 mil visitantes.