Foto: Divulgação

Os irmãos Marie e Johann Bartz idealizaram e organizaram um livro infantil inspirado na história do pai, Herbert Bartz, o precursor do Plantio Direto no Brasil – um sistema diferenciado de manejo da terra que diminui o impacto da agricultura e das máquinas agrícolas sobre o solo.
Escrito por Wilhan Santin, “O mistério do Ribeirão Vermelho” retorna aos anos 80 e fala da infância dos irmãos Marie, Johann e Wieland na zona rural paranaense e sobre como descobriram os benefícios do Plantio Direto para a agricultura e o meio ambiente. De forma didática, explica o que são matas ciliares, erosão; a diferença de rio, riacho, córrego e ribeirão e a importância de não cortar as árvores às margens dos rios.

Para falar da importância do sistema de Plantio Direto, o autor conta como eram as plantações antigamente: a terra era preparada (arada, revirada e ficava limpinha) para receber as sementes – e a consequência era que, quando chovia, a água levava a terra, as sementes e os adubos para o rio, que ficava vermelho; o solo ficava pobre, sem vida, com erosões frequentes; e, como o trator era muito utilizado para arar a terra, gerava muita poluição do ar com a combustão do diesel.
Na história, o pai conta para as crianças que, quando começou a plantar em cima da palha da colheita anterior, sem revirar a terra, todos o chamaram de louco. Mas, com o tempo, perceberam que a palha não deixava a terra ser arrastada pela chuva e, melhor, fazia a água ser absorvida pelo solo, deixando-o mais úmido, fértil e saudável.
O livro também conta como, aos cinco anos de idade, Marie se apaixonou pelas minhocas. “Elas são universalmente conhecidas como indicadoras de qualidade da terra. Ou seja, um solo com minhocas é saudável”, explica a menina, que hoje é professora do Programa de Pós-Graduação em Gestão Ambiental da Universidade Positivo, uma das patrocinadoras do livro.
A obra de 41 páginas, com projeto gráfico de Ricardo Gogel e ilustrações de Waldomiro Neto, está sendo distribuída em escolas públicas de Londrina e Rolândia, norte do Paraná, especialmente de zonas rurais – por ser a região onde nasceu a história do Plantio Direto no Brasil. A versão para download está disponível em cinco idiomas por meio do site https://febrapdp.org.br/literatura-infantil. A obra já atingiu mais de 25 países no mundo. Além disso, as escolas que tiverem interesse em imprimir o livro para trabalhar como material didático podem entrar em contato com a professora Marie Bartz pelo e-mail bartzmarie@gmail.com.

Livro “O mistério do Ribeirão Vermelho”
Idealização e organização: Marie Bartz e Johann Bartz
Texto: Wilhan Santin
Ilustrações: Waldomiro Neto
Projeto Gráfico e diagramação: Ricardo Gogel