Foto: Leandro Gasparetti

Avaliados em técnica de instrumento, afinação vocal e interpretação, ganhadores de MS, MG e SP levam R$ 22 mil em prêmios e troféu “Estrada Boiadeira”

Num sábado (5) com recorde de público na 57a EXPO Rio Preto – mais de 40 mil pessoas passaram pelo Recinto de Exposições Alberto Bertelli Lucatto até o penúltimo dia do evento –, o 1o Festival Nacional de Moda de Viola anunciou os novos expoentes da música sertaneja raiz.
Depois de passarem pelas fases eliminatórias pelas categorias local, estadual e nacional, respectivamente na quarta, quinta e sexta-feira, que reuniu 67 participantes, os premiados foram:
em terceiro lugar, Neno Carreiro e Pratini, de São José do Rio Preto (SP), com a música ‘Sertão ainda é sertão’;
em segundo lugar, Luiz Salgado, de Araguari (MG), com ‘Décima de reis’;
e, o grande campeão, Os 2 Violeiros, de Campo Grande (MS), com a canção ‘Filho da Liberdade’. Além do primeiro lugar, a dupla também faturou o prêmio de melhor intérprete.
Avaliados quanto a técnica de instrumento, afinação vocal e interpretação, os vencedores levaram pra casa R$ 4 mil, R$ 7 mil e R$ 10 mil, do terceiro ao primeiro lugar, mais R$ 1 mil por melhor intérprete, além do troféu “Estrada Boiadeira”, uma homenagem aos pioneiros que ocuparam o Noroeste Paulista.
“Esse festival é muito importante para nossa história e nossas raízes, tanto que Os 2 Violeiros ganharam com música de Tião Carreiro e Pardinho, que são mestres sertanejos, com quem eu também aprendi demais”, disse o cantor Sérgio Reis, responsável, na mesma noite, pelo grande show de encerramento do Festival de Viola. Os campeões tiveram o privilégio de cantar “Amargurado” com o intérprete de “Panelha Velha”, “Menino da Porteira” e outros sucessos.
Também passaram pelo palco o pantaneiro Almir Sater, na sexta-feira, a dupla rio-pretense Divino & Donizete, na quinta-feira, e As Galvão, na quarta-feira, abertura do Festival e da EXPO.
Realizado pela Prefeitura de Rio Preto, por meio das secretarias de Comunicação Social, Agricultura e Abastecimento, Desenvolvimento Econômico e Negócios de Turismo, o 1o Festival Nacional de Moda de Viola homenageou o compositor Valdemar Reis, que adotou Rio Preto como terra natal e compôs mais de 340 músicas, dentre as quais “Meu Reino Encantado” e “O Paredão”, clássicos do cancioneiro caipira.