Foto: Divulgação

Garantida pela justiça, a Universidade Brasil recupera sua plena capacidade operacional e planeja seus próximos passos

Na sexta-feira (03/07), a 2ª Vara Cível da Seção Judiciária do Distrito Federal, em decisão proferida nos autos de nº 1034097-28.2020.4.01.3400, determinou a suspensão do procedimento do MEC (23000.001788/2020-30; Portaria 145/2020) contra a Universidade Brasil.
Dessa forma, sob nova gestão desde abril deste ano, a universidade coloca em prática uma série de ações que incluem a captação de novos alunos para diversos cursos, presenciais e do EAD, criação de novos cursos e polos de ensino, emissão de diplomas e muito mais.
“É um reconhecimento importante do empenho da nova gestão em solucionar as pendências da nossa Universidade. Sabemos que há muito a ser feito e continuaremos implementando as melhores práticas, pautados sempre pela transparência e ética em nosso trabalho” – disse o reitor Felipe Sigollo, que assumiu o cargo em abril do corrente ano.